Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

Casa-Museu de Jacquemart-André

O Museu de Jacquemart-André (Paris, França) encontra-se hoje inserido num complexo hoteleiro parisiense.
Construída em 1876 por Charles Garnier a mando do proprietário Edouard André, considera-se que esta antiga habitação detém uma das mais importantes colecções privadas de artes plásticas e decorativas.

No seu espólio encontram-se nomes sonantes tais como Antony Van Dyck, Rembrandt, Pietro Perugino, Botticelli (as cores da "Virgem e o Menino" são mais vibrantes).

 


Nas artes decorativas, peças como os bronzes de Donatello, cerâmicas de Della Robia, tapeçarias várias (nomeadamente "Cristo carregando a Cruz" de Bernard van Orley), variadas peças utilitárias e mobiliário de estilo fazem parte da colecção.

 

Apesar de todas estas importantíssimas peças e dos interiores serem riquissimos com os seus frescos e tectos em caixotões, a Casa tem um precioso cantinho: um luxuoso jardim de Inverno.
Foi este espaço que me levou até a esta Casa.

 

Saindo da Sala de Música de duplo pé direito, depara-mo-nos com um hall, uma área de acesso ao segundo piso.
Neste Jardim de Inverno, de cúpula translúcida, de paredes e chão revestidos a mármore e decorado com algumas peças da Antiguidade Clássica, depara-mo-nos com uma sumptuosa escadaria, também ela em mármore e corrimão em ferro forjado preto e dourado.

 

O espaço em si não é de grandes dimensões, mas a mestria e a beleza cénica do local com os seus altos espelhos que o re-dimensionam, transformaram este jardim de interior numa obra de arte.

A extravagante escadaria foi idealizada por Henri Parent e ao contrário do usual, encontra-se num dos extremos do edifício.

Achei o local tão belo que sorrateiramente surripiei a cadeira do segurança e lá fiquei longos minutos a admirar o espaço.
Tal é o à vontade, o sossego e o ambiente familiar, que perde-mo-nos no tempo, parecendo que somos uma mera visita e que a qualquer momento seremos abordados pelo proprietário.

Um verdadeiro luxo!


Info adicional:
Museé Jacquemart-André
Boulevard Haussmann, n.º 158, Paris - França

- não se pode tirar fotografias (...)
- os passes-museus não são aceites - a Casa é de gestão privada
- os guias audio são grátis e estão disponíveis em quase todas as línguas.... menos o Português.
- na cafetaria é difícil conseguir mesa - está pejada de franceses de "uma certa idade" que parecem saídos de uma matiné de Teatro.