Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

True.

- Kvothe tocou a canção mais simples do mundo como se tecesse ouro a partir de linho - explicou Marie. - Depois, escolheu uma peça musical séria, algo que apenas um punhado de músicos no mundo conseguiria tocar, e fê-la parecer tão fácil como se uma criança pudesse interpretá-la num apito de lata.

 

- Não nego que foi inteligente - disse Stanchion. - O problema é a forma como o fez. Todos os que aplaudiram a primeira canção se sentem gozados. Sentem que fizeram deles parvos.

 

- É o que são - referiu Marie. - Um artista manipula o público. É essa a piada.

in ROTHFUSS, Patrick, O Medo do Homem Sábio - I, Alfragide, 1001 Mundos, Edições Asa, 2011, p. 85.

 

O escárnio do artista pode ser cruel, mas esquece-se daqueles que se borrifam e apenas buscam apreciar o momento.

Escutado na Têvê

Jamais um produto televisivo, do meu ponto de vista, será Arte.
Isto não é madeira é metal. E ainda bem que é metal. Não desvirtua ser metal e ambos existem por razões diferentes.

Rita Blanco in "Tá a Gravar - Os atores" - Sic

Há uma linha que separa a arte erudita da demais arte contemplativa ou de experimentação

Há algum tempo que não sorria de satisfação perante uma rubrica crua e muito arrogante sobre Arte.

Glen Coco não desconsidera a arte erudita. Expõe como a arte erudita é desconsiderada.

 

O modo como pragueja e até o seu nome é uma doce ironia (pesquisem-pesquisem!).

Ali revejo por escrito o que entre dentes nos sai. Num conceito tão subjectivo que é a Arte, destaca-se a certeza de que a experimentação ou a contemplação não é sinónimo de Arte.

 

Are you fucking kidding me? Just in case you can't tell from the picture, this is a photo of Tracey rubbing money against her vagina. Which people are going to pay money to look at. That's like a Zoolander joke that the writers rejected for being "a bit transparent" (...)

 

This piece deals with themes of "making kids who have been dragged to the exhibition even more pissed off than they already were by presenting them with something that would be fucking awesome to play on, but that they're not allowed to touch".

Glen Cocco sobre uma exposição.

Hilariante.

MDC continua a ter razão: "Há cada vez mais artistas e cada vez menos obras de arte".

Pág. 2/2