Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

De momento cool tem dois nomes: Timberlake e Fallon

... não que alguma vez duvidasse de JTimberlake. Bem, desvio-me do assunto principal.

 

Aqui, nem os Beastie Boys foram esquecidos.

 

Link para o vídeo

 

#através d' aqui.

 

 

Update: Se o palheiro fosse como a internet, a agulha seria sempre encontrada e o dizer popular deixaria de fazer sentido.

 

Aos interessados (eu) eis a lista das cantinelas homenageadas no medlay (por songmedlays).

Pena não surgirem os míticos House of Pain (eu sei, eu sei, são clichés: mas o certo é que marcaram uma época):

  1. Rapper’s Delight – Sugarhill Gang
  2. Peter Piper – Run-DMC
  3. Paul Revere – Beastie Boys
  4. The Humpty Dance – Digital Underground
  5. Ain’t Nuthin’ but a G Thang – Snoop Dogg ft. Dr. Dre
  6. California Love – 2Pac
  7. Juicy – Notorious B.I.G.
  8. The Seed (2.0) – The Roots ft. Cody ChesnuTT
  9. My Name Is - Eminem
  10. Work It – Missy Elliott
  11. Crank That – Soulja Boy Tell ‘Em
  12. Live Your Life – T.I. ft. Rihanna
  13. Gold Digger – Kanye West ft. Jamie Foxx
  14. Empire State of Mind – Jay-Z ft. Alicia Keys

Sinto-me embrutecer quando oiço programa matinal de rádio

"Agora têm uma guerrinha em que dizem que a conderação do Norte está a atacar, e o jingle é acompanhado com música típica da guerra civil norte americada. Pelo estilo, quase de certeza que não sabem o que é uma confederação, muito menos porque houve uma confederação nos EUA ou porque houve guerra civil. Com tantas guerras civis que em nove séculos houve em Portugal, se fizessem referência a alguma delas sempre ensinavam alguma coisa a quem ouvisse. Assim é inútil."

 

 

"Para além da guerrinha, a dupla de locutores vai trocando comentários (...)" "sendo que os da senhora são sempre obviamente forçadamente mais parvos. Parece fazer sempre o papel de loura burra.

Poderá ter piada para gente bronca, para mim não tem."

 

"(...) e por isso costumo mudar de frequência."

in Coisas Minhas e Outras - Parvoeiras na Rádio 80.

 

 

Mudar, muda-se. O problema é que será para mais do mesmo - trata-se de uma congregação radiofónica para "Quem tem o programa mais parvo" ou "Concurso das piadas embrutecedoras". Tudo acompanhado por hienas participativas (porque riem e riem e riem - por certo que no fim já se esqueceram do que se riam) que a-do-ram ouvir-se e dar-se a ouvir.

 

Actualmente a minha única opção passa por desligar.

Já não oiço rádio pela manhã.

Pág. 3/3