Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

Sade, dis-moi, qu'est-ce que tu vas chercher?






Quem não se recorda de Enigma que tanto furor fez no primórdios da década de 90 (do século passado)?

Quem nunca dançou ao som de "Sadeness"?

Quem nunca pronunciou:
Turn off the light, take a deep breath, and relax
Let the rhythm be your guiding light (in The Voice Of Enigma)

Quem nunca cantou:
Don't care what people say
Just follow your own way
Don't give up, and use the chance
To return to innocence. (in Return to Innocence)


Quem nunca escutou, numa tarde de calor de 360º à sombra, numa sala na penumbra, Morphing Thru Time?


... provavelmente muita gente.





Este grupo leva a "arte" da coerência sonora à risca e sem nunca cansar... fala uma fã que, não apreciando o género musical onde os Enigma se inserem, vai acompanhando os lançamentos destes.

Os dois clips escolhidos têm um salto temporal de 8 anos.
O primeiro de 1992 e segundo de 2000, separados por outros dois albuns editados (um em 1994 e o outro em 1996).


Apesar das semelhanças entre eles, o encanto continua, e o conceito temático subjacente mantém-se sendo neste último mais explício.


Na sua página no MySpace, os Enigna oferecem na sua rádio todos os seus trabalhos.
Para ouvir, basta clicar AQUI.




O Sapo que espreita sob as saias alheias



Porque ninguém tem obrigação de atender a pedidos;
Porque a simpatia pode ser genuína;
Porque um pequeno gesto pode ser grandioso.


Gosto de pequenos gadgets.
Tanto que volta e meia vejo-me nos cantos recônditos de uma qualquer Loja dos chineses ou perante um pacote com um lacinho - um souvenir mecânico ou electrónico que alguém trouxe de um qualquer país.
Não precisa ser espampanante. Basta ser diferente.

Obrigada a esta senhora, e também ao vizinho.

O Segredo do Rio

 

O Segredo do Rio, inserido no "Plano Nacional de Leitura - Ler +", conta a estória de um menino que trava amizade com uma carpa.
Mostrando alguma preocupação ambiental e focando aspectos sociais do "rural profundo", Miguel Sousa Tavares retrata a relação destes dois amigos e o modo como conseguem superar as vicissitudes.

Este singelo livro tem aguarelas de Fernanda Fragateiro, um regalo para a vista.
O pormenor de um sapito sempre presente, é muito simpático.

Informação:
TAVARES, Miguel Sousa, O Segredo do Rio, Oficina do Livro, 12ª tiragem, 2007



(7/10)***
>> Maria
 

Apreciadores do silêncio

Aos Domingos, a partir das 03 da manhã, o canal VH1 dedica o se tempo de antena ao Chill Out.
Entre os mais ou menos clássicos (Saint Ettiene), ou os mais ou menos recentes (Moby), as batidas são semelhantes e sempre compassadas, mas nem sempre relaxantes e muitas vezes enervantes.

No entanto tropecei em algo que levaria ao Zen mesmo o sujeito movido a cafeína. Alguém como... eu.





Imagens de dourados bosques, belos riachos , num som suave misturado com sons naturais, hipnotizam o espectador.
Um caminhante calcorreia as margens até entrar em cena num grupo de religiosos. Assim começa o seu caminho para alcançar o topo da montanha.

No silêncio da sala, reportamo-nos a esse bosque de árvores de folhagem que percorre o variado espectro dos vermelhos.

Infelizmente não fiquei com o nome da música nem do autor... pois entretanto perdi noção de tempo.
Fica contudo o excerto gravado com Webcam ....
Aquele que souber o nome disto, que deixe a referência na caixa de comentários.

 


Mas foi com agradavel surpresa e espanto que vejo passar The Brotherhood, com o seu Alphabetical Response.

Para já só falta um solo de DJ Krush - a minha cerejinha em cima do bolo.