Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

A Dona Amália

 

 

1) Artes Decorativas

 

"Nunca houve mulher tão esperada nem que tanta alegria oferecesse com o cansaço de

canções repetidas por muitos lábios e ouvidas em todas as cidades".
# jornalista espanhol, 1953

 

 

No Panteão Nacional (Lisboa) estará patente até 15 de Novembro a exposição "Amália no mundo, o mundo de Amália".
Esta apresenta-nos um conjunto de peças pertencentes à fadista e que actualmente são espólio da Fundação Amália Rodrigues e do Museu do Fado.

 

Ao contrário do esperado, esta exposição despretensiosa é muito simpática, adaptando-se muito bem ao local.
 

Ao som dos fados mais conhecidos, quase como um murmúrio, o visitante é convidado a espreitar um pouco o percurso de vida desta figura: Portugal, Brasil, França, Itália, Japão, etc.

 

  

 

Também daqui podemos depreender a moda de algumas décadas: ao longo das vitrinas vemos jóias (muitas em simples metal com pedrarias), vestidos que rapidamente conseguimos identificar as épocas, sapatos (como o par comprado em Itália mas "made" em Portugal).

Um punhado de curiosidades dos pertences pessoais tais como a arca que servia de mala de viagem ou os passaportes de outrora.

 

 

 

No balaústre das galarias espreitam mais vestidos, como se nós, "daqui de baixo" fossemos os actores num palco.

Como mencionei, é uma exposição muito despretensiosa mas muito simpática.
 

A não perder, a sério.

 

 

Informação extra:
Panteão Nacional
- entrada gratuita aos Domingos até às 14h00.

 

 


2) Música

 

Para além de umas K7 que sobrevivem sob os bancos do carro dos meus pais, datadas do tempo de D. Afonso Henriques, o meu contacto com o Fado é nulo.
 

Sei quem foi Alfredo Marceneiro, gosto de Amália (ao ponto de parecer ora uma Madalena arrependia ora uma cantadeira desafinada) e aprecio dois outros fadistas. Nada mais.

 

 

Amália Rodrigues - Fado from Portugal, Flamenco from Spain: admito que o que me prendeu os olhos foi a embalagem.
Ao abri-la o deleite visual continuou: o CD imita um disco e em ambos os lados.
Ao colocá-lo no leitor o deleite passou a ser sonoro.
 

Sei que é um cliché, sei que se deverá à carga emocional, sei que ela esteve sempre bem acompanhada por bons músicos, mas digam o que disserem, Amália Rodrigues é um espanto.

 

 


Informação adicional:
Amália Rodrigues - Fado from Portugal, Flamenco from Spain, editado originalmente nos Estados Unidos (1954) foi o primeiro LP dela a ser editado no continente americano. É composto por 4 faixas em Português e 4 em Castelhano.
O CD tem 4 faixas de bónus.

Fnac: 9,90Eur