Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

Peter Kogler e os ratos fantasmas

 

 

A exposição de Peter Kogler é muito divertida e pode ser vista até 31 de Maio no CCB - Lisboa.

Nem queria acreditar quando me deparei com uma galeria coberta de grafismos pretos e brancos e com uma luz natural deliciosa.

 

Segundo o panfleto disponibilizado, Peter Kogler (n.1959) é um artista austríaco que começa a ter visibilidade no final da década de 1970.
Recorre às imagens simbólicas. Faz "referência à mediatização da sociedade e à sua crescente exposição à tecnologia (...)".

ah-AHh! A Media Art!! Ora embrulha! - pensei eu - Bem que me pareceu boa ideia ler o raio do livro sobre os "Media's", os "New Media" e afins.

 


Nesta exposição, Kogler debruçou-se sobre a imagem do cérebro, do labirinto e da formiga: a tecnologia e a natureza.

Podemos ver uma cómica filmagem de uma formiga a percorrer um livro, mas esta será das poucas obras contidas: o artista apropriou-se de todo o espaço da galeria do Museu.
Padrões com formigas e cérebros com o seu desenho labiríntico são no mínimo psicadélicos.
Um gigantesco painel com variadas colagens convida-nos a percorrer mais de perto todas elas.

 

Uma genial moldura que ao longe parece ser feita de madeira (remetendo-nos às molduras pesadas que adornam as grandes telas que podemos encontrar nos museus "tradicionais") e que se transforma em pequeninos homenzinhos.

 

 

 

 

Mas são as crianças que (in)voluntariamente mais acedem à participação.
Que o digam os pais (portugueses e estrangeiros!) que infrutiferamente tentavam controlar o divertido caos que se instalara na galeria: "são ratos fantasmas!", era a exclamação entusiasta de uma das crianças.

Não acreditam?
Vejam no final o encontrão que levei de uma princesinha francesa de palmo e meio. -_-''

 

(link do vídeo)