Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

Slipstream

 

Slipstream, como conceito, pode reduzir-se a "um sonho dentro de um sonho" misturado com a escrita mecânica.

Slipstream, como filme,  tem a capacidade de provocar dores de cabeça com o bombardeio de informação à nossa visão e audição, num discurso errático.

Não considero tratar-se de um filme "intelectualóide", mas uma experiência.
Não para ser percebido, mas para ser percepcionado. Anthony Hopkins, a dada altura, menciona tê-lo criado por diversão.
Slipstream é para ser sentido e deixar o cérebro completamente "esfaralhado".

Conta com a participação de Fionnula Flanagan (vénia) e apontamentos de Bill Lucking (outra vénia) e Kevin McCarthy (nova vénia e estou de nariz no chão).

 

Link do vídeo.

 

"Academy Award® winner Anthony Hopkins writes, directs, and stars in this surreal tale of one man`s journey into a vortex where reality and dreams collide. Aging screenwriter Felix Bonhoeffer (Hopkins) has lived his life in two states of existence—the world of reality and the world inside his head. Hired to rewrite a murder mystery set in a desert diner and unaware that his brain is on the verge of implosion, Felix is politely baffled when the characters from his movie start showing up in his life and vice versa. Felix tries to maintain his equanimity as reality and fantasy collide in an increasingly whirling slipstream, while his memory banks fire off seemingly random references to songs and sci-fi movies from the 1950s."