Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

Tire o melhor partido da cidade no Verão - Lisboa - secção Mulher

Os conteúdos "Mulher", são uma verdadeira depressão pela simples razão de se cingirem aos mesmos temas, em modo loop:

maquilhagem, crianças, roupa, maquilhagem, dieta, roupa, ai o homem, dieta, roupa, crianças, saldos de roupa, dieta, maquilhagem, criança, dieta, roupa, dieta, dietAAAA, FAÇA DIETA!.

 
Eis o artigo "Tire o melhor partido da cidade no verão". O modo indolente daquela escrita... eu nem tenho palavras.
E pela Vossa rica saúde:

- o Museu Nacional de Arte Antiga é "" o local onde tem uma pintura de Bosch.


- o Museu do Azulejo, além de velharias (*respect!*) é "" o local onde se concentra alguma da mais interessante azulejaria moderna e contemporânea;

- o Grão Vasco, é "" um local de peregrinação estrangeira para quem quer espreitar alguma pintura do século XVI - aqui admito que não seja um destino "fácil", acreditando existir outra oferta também interessante em Viseu.


- Serralves, é "" um espectacular local de movimentos contemporâneos onde se fomenta o desenvolvimento da massa cinzenta e a autonomia crítica.

 

Qualquer dia dá-me o fanico e fico-me aí, estendida no chão.

 

 

 

Colocando ordem na miscelânea apresentada naquele artigo, antes de mais sugiro que:


- Assine as newsletters das entidades;
- Faça "likes" no Facebook das páginas das entidades e esteja atenta ao que realmente interessa:

pertencer ao grupo da "mala rosa e cinto a condizer" pode ser muito importante, mas não será ele que lhe permitirá conseguir bilhetes gratuitos para o concerto que pretende ver/ conhecer.

 

 

Se a arte erudita ou clássica não lhe diz muito e o que pretende é ter algum entretenimento nestes espaços, tente uma abordagem diferente:

- Insira-se numa visita guiada, mas esteja atenta ao público alvo e ao tema para não ir parar a uma que aborde alguma especificidade que não lhe desperte especial interesse.

 

- Relembro que nos encontramos no Verão e actividades de lazer/entretenimento têm lugar nos espaços acima mencionados. Gratuitos ou de muito baixo preço (2,5 eur), poderá escutar jazz/ ligeira/ Dj's, ver filmes ao ar livre (não leve pipoca: NÃO É uma ruminante, ainda que a queiram fazer acreditar do contrário), tomar um copo enquanto vê as luzes na margem sul a acender ao som de um quarteto de cordas.


- Veja outros espaços, que apostam na participação ou interação com o público e que dentro em breve irão fervilhar: Museu do Chiado e o Largo de São Carlos.

 

- Quer fugir do calor? Procure os espaços verdes onde gratuitamente, poderá frequentar workshops de ioga e cuidar de si; o Jardim da Gulbenkian, o do Príncipe ou o da Estrela, p.ex., onde há sempre algo a acontecer - tal como OutJazz, mas escolha/ pesquise primeiro o artista que lhe surge no programa;

 

- Esqueça os centros comerciais: se busca sol e poupança, ir a um local fechado e cheio de "tentações" não parece ser uma opção muito inteligente.


- Quer bronzear-se? Meta-se no comboio e experimente algumas praias da linha durante a semana - boa esplanada, pouca gente e bom ambiente. No limite, vá de bicicleta e pratique exercício.

 

- O calor pede uma bejeca? Faça antes um circuito pelas tascas e quiosques "very typicals" mas cheias de história(s), que hoje se encontram tão na moda. Deixe as igrejas para os festivais de música clássica ou de órgão, no Inverno - o contexto será muito mais aliciante.
- Coloque destino no seu passeio de eléctrico e informe-se dos dias em que se realizam mini-concertos nestes.

- Esteja atenta aos workshops gratuítos de fotografia ou pintura em eventos pontuais ou festivais.


Não-fique-em-casa:

- Tente despachar as suas limpezas quanto antes ou fazê-las durante a semana, depois do seu trabalho.
- As remodelações de decorações são giras, mas deixe-as para os dias de chuva.
- Mime-se à séria e veja as promoções no Odisseia Clube ou no Voucher Sapo (por 25 a 30 Eur, nem vale a água que gastaria a encher a sua banheira).
- Visite os seus amigos e familiares.

 

Ainda assim, apetece-lhe o aconchego do lar?

- Desafie-se e transforme-se num "novo rural" e faça uma surpresa aos seus amigos com a sua produção "latifundiária" de morangos, ervas aromáticas ou flores.

- Leia aquele livro cuja aquisição adiou sempre por ser dispendioso. Requisite-o na biblioteca.

 

E arrisque! Pesquise. Contacte com registos diferentes do seu!

Com o dinheiro que poupou, informe-se e experimente ir a uma peça de teatro ou assistir a uma dança, que habitualmente nem lhe passaria pela cabeça ir.

 

Tire o melhor partido da cidade no Verão e seja "empreendedora" (a palavra da moda): invista na sua mente.

 


As fotografias?

São para compensar a ausência de imagens de homens nas secções "Mulher", além de que qualquer desculpa é válida para colocar imagens de Ray Reynolds.