Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

Quando os lobos uivam

Fala sobre as nossas antigas gentes - os serranos, do confronto do quotidiano com as desenquadradas políticas governativas de território, do poderio arrogante sobre o povo, de honra, até de crimes de honra.

Mas o que mais me apelou foi a linguagem, aquelas expressões que só se escutam hoje da boca dos poucos velhos aldeões.

 

Admito que o nome de Aquilino Ribeiro (após uma má experiência) me fez tremer, que o meu cérebro a cada frase emperrava como um motor cheio de areia e o seu arranque soava a uma mudança mal metida, que tive a companhia do meu mui velho mas fiel "Dicionário de Português - Este é o dicionário que há-de servir sempre e bem" da Porto Editora - 4ª ed., s.d..

Mas assim que desbloqueou, foi um tirinho até ao fim.

 

Poderá quiçá ser saudosista aos olhos de hoje ou considerado um cliché o que irei gritar por aí perante o papão de um nome sonante, mas este livro, senhores, este livro é uma delícia!

 

 

"Sei que Vosselências ignoram-no, mas eu posso garantir-lhes: o serrano, que os senhores se propõem imolar nas aras de um pretendido progresso, é um misto de desespero, orgulho, mansidão, meio lobo, meio carneiro, formado desta vegetação rastiça e humilde, da paciência imensurável que representa uma rês a encher a barriga percorrendo léguas, aqui desponta um broto, ali apanha uma paveia seca, e de tantas outras coisas que se veêm, calcam e respiram, sem se dar conta."

RIBEIRO, Aquilino, "Quando os Lobos Uivam", Venda Nova, Bertrand Editora, 1999, 9ª ed., p.69

 

"O serrano da serra dos Milhafres é um português muito à parte." (...) "Dum lado independência, bravura,um gosto pronunciado pela franquia que, se me permitem, chamarei direito espacial, isto é, a faculdade de ir de seu passo para onde lhe apeteça, sem estrovos, defensões, muros ou acesso reservado."

Idem, p.327