Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

Dead Man

"Dead Man (Portugal: Homem Morto) é um filme teuto-nipo-estadunidense de 1995, do gênero faroeste, dirigido e roteirizado por Jim Jarmusch, rodado em preto e branco com música de Neil Young." in Wikipedia

Teuto-nipo-estunidense, é uma boa descrição. Lol

"Dead Man" conta a história de um contabilista que é confundido pelo escritor William Blake por um índio. Este obriga-o a uma epopeia de descoberta pessoal, enquanto é perseguido por caçadores de prémios.

 

Pejado de clichés fotográficos, felizmente muitos deles belos, só o consegui ver até ao fim graças às participações de Johnny Deep e Michael Wincott.

 

É um filme de estranhos contrastes:

- tem actores muito bons que nos envolvem/ chocam e outros que nos dá vontade de lhes atirar com um maço à cabeça pela sua mediocridade;

- tem imagens de chorar por mais tal é a sua beleza para logo a seguir a imagem surgir aos tropeções, com péssima luz e enquadramento.

 

As lengalengas índias que me fizeram dormitar, diálogos em língua indígena sem legendagem, a monotonia da imagem e o movimento arrastado das acções, foram demais para mim e vi-me forçada a dividi-lo por dois turnos.

 

Existem dois apontamentos que apreciei particularmente: quando a personagem principal deixa a civilização e a referência à mulher que embala uma boneca, no inicio e no fim.