Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

Disfarce de Entrudo || 2010

Deturpando um pouco a questão do Inspira-me, e como vem sido o hábito por esta altura, ainda nada me saltou ao olho.

Talvez devido ao pouco gosto que detenho pelo Carnaval importado, como que de uma colagem de "Made in China", ou às festas temáticas num qualquer bar. São gostos.

 

Oiço afirmar na televisão que o cortejo que passa não é brasileiro, pois "tem um cunho muito Português". Talvez se refiram à maresia gélida que fustiga as jovens desnudadas que saltitam pela rua e ao ar de enfado de quem observa. Ridículo.

 

 

Assim, as máscaras mais originais que tenho visto, são sempre em Maio, altura em que das Terras Altas descem os nossos caretos e os loucos Galegos com os seus Homens Silvestres acompanhados das bonitas Gaitas de Foles de Viana do Bolo.

Questionem-me nessa altura. Estarei então em condições de responder.

 

V Desfile de Máscara Ibérica, 2010

 

"Todos os cortejos carnavalescos integram inevitavelmente homens e mulheres silvestres. São, no caso dos desfiles de Entrudo, figuras imponentes, espécies de gigantes revestidos de couros e peles, com máscaras de perucas grosseiras e compridas barbas negras. (...)"

HEERS, Jacques, "Festas de Loucos e Carnavais", Lisboa, Publicações Dom Quixote, 1987, p. 178

 

Desfile de Máscara Ibérica 2010

Desfile de Máscara Ibérica 2009

Carnaval PortuguêSÓbrasileiro 2008