Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

O Rei Urso Branco

Numa tirada opinativa, considero um bom conto infantil quando:
- transmite algo: uma virtude ou um ensinamento;
- é mágico - não precisa de ser rebuscado e ter feiticeiros, basta que explore a imaginação;
- é curto: para bom entendedor, meia palavra basta.

Numa tirada saudosista, hoje, ainda não encontrei um conto como os de antigamente.

Como os desta antologia, BOWLEY, Tim, "Contos do Mundo", Matosinhos, Kalandraka Editora Portugal, 2010.

 

 

"Nessa noite, quando a princesa foi dormir, o Rei Urso Branco sentou-se numa poltrona, à lareira. Ela acordou ao ouvir uns ruídos estranhos e, quando abriu os olhos, viu que o urso abria o peito, e que lá de dentro saía um homem."

BOWLEY, Tim, "Contos do Mundo", Matosinhos, Kalandraka Editora Portugal, 2010, p. 44

 

"As outras ficaram furiosas.
- Como podeis casar-vos com ela? Ela não trouxe nada! Vede a minha flor, é linda! (...)"
"O rei ergeu a mão, pedindo silêncio.
- Esta jovem cultivou a mais bela de todas as flores. E essa flor chama-se honestidade, pois as sementes que vos dei eram todas estéreis." Idem, p. 93

"Esperou pelo cair da noite e depois meteu os vestidos dentro de ma noz, enfiou um anel de ouro no dedo e meteu no bolso uma pequena roca e um fuso de ouro. Colocou o manto de mil peles sobre os ombros, enfarruscou as mãos e a cara para que ninguém a reconhecesse e, depois, saiu silenciosamente e fugiu." Idem, p. 96

"- Vem cá - disse o Homem Rochedo com a sua voz retumbante. Pé Ligeiro pôs-se de pé na borda do penhasco, abriu os braços e planou até lá abaixo, junto do Homem Rochedo, que lhe disse:
- Pedi-te para vires aqui porque, embora não tenhas jeito para correr nem saltar como as outras crianças, tens o melhor par de ouvidos de todos Iroqueses. Ouve as histórias e serás um grande contador de histórias." Idem, p. 104