Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

RE-RITE

Esteve no MUDE, a instalação multimédia interactiva – RE-RITE.
Num labirintico percurso, visualizamos projecções de membros de uma orquestra. A confusão sonora é total.


“As projecções dos vídeos são apresentadas em tamanho maior que o real e acompanhadas do respectivo som em toda a instalação, permitindo observar secções específicas de instrumentos como se o espectador estivesse no meio da Orquestra.”

 

Observar as secções foi possível e interessante o compasso de espera pela sua entrada em cena. Quanto ao sentir estar no meio de uma Orquestra, nada disso mo foi transmitido. Só confusão sonora e atropelos.

Ponto positivo para a interacção com o observador: numa sala somos convidados a pegar em instrumentos e (tentar…) acompanhar a música, noutra tentamos ser maestros.

 

“A residência digital da Philharmonia Orchestra – RE-RITE – foi idealizada para derrubar a barreira que existe entre a plateia (público) e o palco onde se encontra a orquestra, permitindo que o visitante sinta o que é fazer parte de uma orquestra, ou seja: ouvir, ver e sentir o vigor do desempenho na perspectiva dos músicos e acompanhá-los se o desejar. O RE-RITE estreou-se na Bargehouse, na margem Sul de Londres, em Novembro de 2009 e depois seguiu para Leicester em Abril de 2010. Em Maio de 2010, ganhou dois prestigiados prémios da Royal Philharmonic Society nas categorias de Comunicação Criativa e Desenvolvimento de Audiências. O júri descreveu o projecto como ‘Uma ideia simples realizada em beleza.’ ”

in Gulbenkian

Informação adicional com link para noticias estrangeiras sobre esta obra, AQUI

 

 

 

Link para o album.