Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

Momento Twitter: Entrevista do Inconsciente ao Consciente.

A praxe é a prova de como um pequeno poder de meia dúzia de imbecis chega para que

 a imbecilidade se transforme numa instituição.

# Daniel Oliveira.


 

Foste praxada?
Sim

 

Porquê?
Porque era um meio pequeno e uma Fac. “soft”

 

Gostaste?
Foi parvo.

 

Ficaste integrada?
Sim.

 

Por causa da praxe!
Não e dou 2 razões:

 

1) A interacção/ o relacionamento é algo intrínseco no ser humano, independentemente da existência da tão falada integração.
99,999999 % anda em escolas (pelo menos) desde os seus 6 anos e sempre sobreviveram mais ou menos integrados até ao 12 ano, e com “saltitansos”de instituições.
Não vejo porque não sobreviveria (amos) numa faculdade. O relacionamento está na natureza humana.

 

2) O meu círculo de amizades não abrange qualquer dos interveniente daquela acção.

 

Praxaste?
Não. Mas participei.

 

Porque…?
Meio pequeno e local com pouca visibilidade pública – ao contrário de locais como a Baixa Pombalina, p.ex.
Fizemos umas máscaras e acordamos que duraria uma hora. Além do mais, off-the-record pediram-me que fosse por causa de dois parolos demasiado entusiastas.

Sem gritarias nem confusões, tratou-se de um desfile de máscaras num percurso de 100 metros com alguns jogos tradicionais à mistura.

 

O que achas das praxes?
Não me parece que o modo como as praxes são conduzidas seja o correcto para dar as boas-vindas à vida adulta.
É intimidatório, degradante e humilhante.
Merdas, só mesmo no Carnaval.

 

Mas os novos alunos podem recusar.
Na que frequentei, sim. Alguns fizeram-o. E não se verificou qualquer situação posterior.
Quanto às outras faculdades, só transpiram cá para fora zum-zuns, o que observamos na rua e na telecomunição.

 

Serias/ vais ser praxada novamente?
Perante o panorama actual, só pelo Brad Pitt, mediante um acordo ainda por acertar.

 

  

 

Tu querias era uma desculpa para colocar estas fotos...

O meu voto é: Não-sei, não-respondo.

 

 

1 comentário

Comentar post