Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

smobile

conceitos sob o ponto de vista do observador

Ding-Ding!

"117 anos de ascensor na Bica" ou "Coisas giras para se fazer num Domingo de manhã chuvoso".

 

Não eram 10:00 e já me encontrava a deliciar com um café, perdão, com uma bica num calmo Largo do Camões, num dos Quiosques de Refresco que foram recentemente recuperados em Lisboa.
 

 

Destino?

Ascensor da Bica.

 

 

No âmbito da comemoração dos 117 anos do Ascensor da Bica, a Carris organizou uma pequena iniciativa, só mesmo para marcar a ocasião.


Ao chegar, somos recebidos pelos acordes da Banda da Carris. Depois de degustar (mais) um café na barraquinha montada para o efeito na paragem, os interessados podiam levar uma caricatura pelo "artista de serviço" (muitas gargalhadas podiam ser audíveis enquanto o hábil lápis percorria o papel).

 

Link do vídeo.

 

Contornando a paragem, comecei a subir, ainda ao som da Banda.
Chegando ao Largo de Santo António, toda a minha coragem para fazer o percurso de regresso a pé esmoreceu:

- "Fogo! O meu pequeno-almoço não foi assim tão forte!"

- pensei eu para os meus inexistentes botões.

 

Naqueles miseráveis e cruelmente íngremes 40 metros, todo o meu fôlego tinha desaparecido.
- "Que se lixe a fotografia do pátio! Vou é pedir boleia de volta....!"


Link do vídeo
A vergonha de não passar do Pátio de Santo António.

 

E assim fiz e lá fui, "formosa e segura", despejada no cocuruto da Rua da Bica de Eduardo Belo, sempre a ouvir as histórias de bairro e aquele "ding-ding" tão familiar.

 

 

Infelizmente, toda a zona mostra alarmantes sinais de degradação (ainda mais que a parte "nocturna" do Bairro Alto e acredito que nos dias de calor, o cheiro seja insuportável.

 

 

No painel informativo pode ler-se o seguinte sobre o Ascensor da Bica:


"É o mais recente dos Ascensores de Lisboa, tendo sido inaugurado em 28 de Junho de 1892.

Funcionando pelo sistema de cremalheira e contrapeso de água, a que se seguiu o vapor, estabelece ligação entre o Largo do Calhariz e a Rua de São Paulo.

Foi electrificado em 1927.
Em 2002 foi classificado como Monumento Nacional."